' Blog do Walter Lima: Renan Calheiros é o novo presidente do Senado Federal.

LEIA TAMBÉM:

1 de fev de 2013

Renan Calheiros é o novo presidente do Senado Federal.

Eunício Oliveira é o novo líder do PMDB no Senado a decisão foi anunciada por Renan Calheiros, que disputa a presidência da Casa nesta sexta-feira.
Após várias manifestações através das redes sociais e sites, para Renan Calheiro não ser presidente do Senado Federal, não houve jeito. Ele foi eleito o novo presidente da casa. 

Por 56 votos a 18, senadores em Plenário 78, Renan assume pela segunda vez a presidência da Casa. Houve dois votos em branco e dois nulos, com 78 votantes. Eleição dos demais cargos começará às 15h30. Alagoano, nascido em 1955 na cidade de Murici, Renan foi deputado estadual, duas vezes, deputado federal e está no seu segundo mandato de senador. Foi ministro da Justiça no governo de Fernando Henrique Cardoso e, em 2007, renunciou à presidência do Senado em razão de acusações apresentadas ao Conselho de Ética da Casa.
ACUSAÇÃO  
Segundo a reportagem da Repórter da Agência Brasil,  Débora Zampier, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, confirmou hoje (1º) que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) é acusado de ter praticado três crimes: peculato, falsidade ideológica e utilização de documento falso. O documento com as denúncias foi apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) na semana passada.
Com informações da agência Senado
A mensagem de uma das petições contra sua volta para o cargo.
Prestes a retornar ao comando do Senado Federal Renan Calheiros, imediatamente após seu tutor José Sarney, acreditamos ser necessário demonstrar que os cidadãos não devem simplesmente ignorar o fato que a política tem sido conduzida segundo interesses próprios e ou de grupos. Não é compreensível para nós que um cidadão pego em plena mentira em relação a documentos prestados, dirija um cargo de tal importância. Chega de Sarneys, Calheiros e essa política clientelista.
Os signatários.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Blog do Walter Lima © Copyright 2011. Tecnologia do Blogger.