' Blog do Walter Lima: Casal de índios é morto e tem cabeças decapitadas na Bahia

LEIA TAMBÉM:

25 de set de 2015

Casal de índios é morto e tem cabeças decapitadas na Bahia

Os corpos de um casal indígena tupinambás do distrito de Sapucaeira, no município de Ilhéus (a 462 km de Salvador), foram encontrados com as cabeças decapitadas nesta quinta-feira, 24. 

De acordo com a delegacia, as vítimas são Jorge Carlos Amaral Nascimento, 59 anos, e Maraci Oliveira da Costa, 42 anos, que foram levados de casa por cinco suspeitos. Os corpos foram encontrados em um matagal, próximo à casa onde moravam.

Familiares de Jorge Carlos afirmaram à polícia que ele não recebia ameaças. Uma perícia será feita na casa onde eles residiam. A partir disso, o caso será avaliado para decidir se as investigações ficarão sob a responsabilidade da Polícia Civil ou da Polícia Federal, por ter sido índios.

Ainda conforme o jornal A Tarde da Bahia, outro caso envolvendo índio foi registrado no estado nesta semana. Uma kombi que fazia o transporte escolar de crianças indígenas foi incendiada no município de Prado (a 785 km de Salvador). Ninguém ficou ferido.

Segundo a Polícia Militar da Cidade (PM-BA),o veículo foi atacado por volta das 19h, no distrito Cumuruxatiba, em uma estrada de terra que dá acesso à aldeia Cahy.

Em depoimento, o motorista da empresa Águia Brasil, Robson dos Santos Borges, contou à delegada Rosângela Santos que, após perceber um problema no carro, desceu para "dar uma olhada", quando ouviu homens gritando "vamos pegar, vamos pegar".

Robson, que estava acompanhada de três crianças indígenas, abriu a Kombi e saiu correndo com todos. Depois do ocorrido, os bandidos atiraram contra o veículo e atearam fogo.

A delegada afirmou que não é uma surpresa algo dessa natureza com os índios da aldeia Cahy, porque "eles já estiveram envolvidos com invasão de terras na região".
Matéria do jornal A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seus comentários. Cautelosamente apreciaremos para liberação.
Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Blog do Walter Lima © Copyright 2011. Tecnologia do Blogger.